Como o próprio nome já diz, esse procedimento é realizado com a aplicação de laser CO2 ou Erbium, que removem a camada superficial da pele e a substituem por células novas. Indicado para pessoas que desejam melhorar a face de modo geral, clareando a pele, removendo manchas ou suavizando cicatrizes e rugas. 

 

A pele fica mais firme, pois o colágeno é estimulado. São usadas duas técnicas: a primeira e com laser não fracionado, usada em apenas uma sessão e que remove toda a camada superficial da pele. Já a segunda é com laser fracionado, preservando a pele sadia e com resultados mais discretos, por isso demanda mais sessões. 

 

O laser fracionado requer tempo menor de recuperação e um pós-tratamento mais tranquilo. É normal que apareça inchaço nos primeiros dias, assim como a formação de uma crosta fina que passa a descamar. Os sinais de vermelhidão podem perdurar por até um mês. Em casos de laser não fracionado, os efeitos são mais profundos, assim como os resultados. A pele também fica vermelha, com inchaço e crostas, que começam a cair em duas semanas. 

 

A vermelhidão na pele é sinal de cicatrização e formação de novo colágeno, então nada de se assustar. O importante é ter acompanhamento especializado, pois é o médico quem irá definir o grau de intensidade do laser e o número de sessões necessárias, indicando todos os cuidados necessários antes e após o procedimento.